quarta-feira, novembro 06, 2019

Um filme para pensar .


 Um filme .....



Dia desses vi 1 filme desses feitos para pensar na vida.

Uma menina de 14 anos ,anos 50 ,foi estuprada , engravidou .

A sociedade  não permitia relações sem casamento . Ela ,grávida  seria a

desonra da família . A solução ,mandar p/ o colégio de freiras ,internato até

os 18 anos .Lá ela teria o bebê e as freiras  sabiam se " desfazer" da criança.

E assim foi ,mesmo sem querer se separar dos pais ,a jovenzinha foi e pariu a

criança e  por uns 2 anos ainda convivia com o filho apenas 1 x semana ,nos

outros dias era cuidado por outras pessoas ,até que 1 dia o levaram  e ela 

nunca mais o  viu .

A vida seguiu ,ela no internato ,estudou ,se formou e depois saiu de lá e foi trabalhar ,casou ,teve 1 filha .

Os anos passaram ,ela ficou viúva ,e  decidiu remexer no passado ,procurar

 pelo filho ,50 anos depois ,então ela estava com 64 .

Contratou 1 investigador ,precisou viajar pois descobriram que ele foi adotado

e o levaram para outro país .Estudou ,formou-se jornalista .

Enfim ,teve 1 história de vida ,formou família ,tinha 1 pessoa companheiro dele

A mãe biológica queria conhecê-lo ,saber como ele era , o que fez na vida ,

coisas assim.

O  motivo maior dessa busca depois de 50 anos ,além de conhecer o filho ,

era perguntar  a ele :

Se ele pensava na mãe biológica  com a mesma intensidade que ela , mãe

,pensava nele a vida inteira ,

todos os dias ,o que faz , como está ,

do que gosta de vestir ,o que gosta de comer ,

qual sua cor preferida ,

gosta de animais ,cães ,gatos , cavalos ?

Enfim ,conhecer o filho que tiraram dela .....

Então o investigados descobriu que ele havia morrido de AIDS ,aos 47 anos !

Portanto ,3 anos atrás ...

Quando a mãe soube ficou  arrasada ,pensou em ir embora ,

a sua busca havia acabado ....

Mas não .... ela pensou ,pensou  e decidiu procurar pelos amigos ou pessoas

que o conheciam ,no trabalho ,talvez irmãos na família que o adotou , enfim

alguém que pudesse responder a  essa dúvida que ela ,mãe ,tinha : saber se

ele pensava na mãe biológica ....

Primeiro foi na casa da família e encontrou 1 irmã ,também adotada ,que

revelou que ele ,sim ,pensava na mãe biológica ,queria saber por que ela o deu

para adoção .

As histórias que contam as crianças adotadas ,nem sempre são as verdadeiras.

No caso deles ,o bebê foi tirado da mãe , apesar que aos 14 anos ela não teria

condições de cuidar de 1 filho .

A mãe não parou por aí ,e foi no trabalho dele conversar com os colegas ,

 amigos  e soube o quanto ele era alegre ,bom e amigo de todos ,responsável

e trabalhador .

Um amigo ,contou a ela que ele também queria saber se a mãe biológica

 pensava nele ,se tinha arrependimento ,saudades , e a mãe disse  muito , o

quanto pensava nele todos os dias e se lamentava de terem tirado seu filho ...

Ele também havia buscado por sua origem e descobriu onde tinha nascido , no

convento das freiras .

Por fim ,esse amigo lhe contou que seu último pedido antes de morrer ,

quando já estava bem fragil ,doente ,sem forças , para que fosse enterrado

nesse convento .

E assim foi .

Por que isso ? para o caso da sua mãe biológica ter se tornado 1 freira ,ele

morto ,ficaria por perto da mãe ... mostrando que seu sonho seria ter ficado

com ela ...que a vida toda desejou estar perto da mãe ,mesmo tendo sido doado.

Ele sentia que foi tirado da mãe sem que ela  desejasse se desfazer do filho ,

porque havia amor entre eles , talvez nas suas longínquas lembranças de

quando era pequeno e a mãe o visitava apenas 1 x semana segundo ordens

 das freiras .

Esse filho podia ter procurado pela mãe ,antes , tão logo soube que foi adotado

,e a mãe  ,igualmente poderia ter procurado pelo filho ,anos antes ,tão logo saiu

do convento ,bem mais jovem e cheia de energia para tentar recuperar o filho

ou pelo menos conviver com ele ....

Mas não o fizeram , nem ele nem ela buscou um ao outro ,pelos seus motivos

e preferiram deixar  a vida seguir .

Ninguém explica o elo ,o amor que existe entre mãe e filhos .Apenas existe

Se a mãe pensa no filho que foi roubado ,doado ou  fugiu , isso

 cada mãe que pode responder .

 Do mesmo modo , será que o filho pensa na mãe  na mesma intensidade ,com

 o mesmo amor que a mãe pensa nele ?

Difícil saber ,seja como for ,cada um tem suas lembranças  e seus motivos para

continuarem distantes .




































Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...